Trabalhadores da Comcap de Florianópolis entram em greve na defesa de seus empregos e de uma Comcap 100% pública

Em assembleia, trabalhadores de uma das únicas empresas públicas do país de limpeza municipal, a COMCAP de Florianópolis, disseram não ao PDVI 

Na manhã desta terça-feira, 27 de setembro, em assembleia lotada no pátio do Limpú, os trabalhadores da COMCAP decretaram greve por tempo indeterminado até que o Plano de Demissão Voluntária Incentivada (PDVI) seja totalmente retirado. A prefeitura até tentou enganar e simulou uma “suspensão” do Plano, mas os servidores estão atentos e não vão aceitar nenhuma ameaça à companhia. A paralisação dos serviços foi aprovada por ampla maioria, numa assembleia que contou com esclarecimentos sobre o PDVI e a fala de um camarada do Sinergia (eletricitários), relatando os problemas trazidos à Celesc por um plano parecido na empresa.

Já são muitos trabalhadores no movimento e seguimos na luta, mobilizando os trabalhadores em todos os locais de trabalho, na defesa das condições de trabalho e do futuro da empresa. O comando de greve está a toda, rodando a cidade para dialogar com quem ainda tem dúvidas sobre o PDVI e não aderiu até o momento.

O Plano de Demissão Voluntária Incentivada (PDVI) apresentado pela prefeitura traz três perigos: desemprego ou subemprego aos trabalhadores que aderirem; diminuição do dinheiro na companhia, preparando o caminho para privatizar; precarização nos serviços da COMCAP, com menos gente para dar conta de cada vez mais tarefas.

Vamos juntos barrar este retrocesso, garantindo sua retirada total e não uma suspensão parcial, com a administração fazendo propaganda enganosa do plano para trabalhadores. Fora PDVI e suas armadilhas! Em defesa da COMCAP 100% pública! Juntos somos fortes!

Fonte:  Sintrasem

Deixe o seu comentário