Ato pede “Fora Temer” e “Diretas Já!” em Florianópolis

Citado na operação Lava-Jato mas nunca profundamente investigado, o presidente golpista Michel Temer foi alvo de graves denúncias, comprovadas com gravações, dando aval ao dono do grupo JBS para comprar o silêncio do ex-presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Divulgadas na quarta-feira, 17/05, pelo Jornal O Globo e posteriormente em plantão na TV Globo, as denúncias que também afetam diretamente o senador Aécio Neves, provocaram a interrupção das sessões da Câmara e do Senado, em Brasília, mergulhando mais uma vez o país numa crise política.

O desgaste não cessa e o Brasil se vê vilipendiado, dilapidado e entregue aos verdadeiros bandidos. Nunca antes o grito de “Fora Temer” foi tão propício.

Mesmo envolto em tão grave escândalo, o golpista Michel Temer realizou pronunciamento em rede nacional, na quinta-feira, afirmando que não renuncia. Tal postura apenas aumentou a energia do povo brasileiro, que já se organizava para sair às ruas na tarde do dia 18/05.

Por todo o Brasil, passeatas tomaram as ruas, primeiramente, pelo “Fora Temer”, e agora, pelo grito de “Diretas já!”

Em Florianópolis, o ato foi marcado paras as 17h, em frente ao Ticen, no centro. Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo, CUT e as demais Centrais Sindicais, vários movimentos populares, entidades estudantis, todos se uniram na articulação que reuniu milhares de pessoas no ato para, de lá do Ticen, seguirem em passeata pela Avenida Mauro Ramos e depois Beira Mar Norte.

Os dirigentes da FECESC e dos sindicatos de trabalhadores no comércio e serviços estiveram mais uma vez lá, na luta que tem sido uma constante, contra o golpe dado no país e em defesa dos direitos dos trabalhadores.

FECESC

Deixe o seu comentário