Ricardo Boechat morre em queda de helicóptero em São Paulo

Jornalista era um dos ocupantes da aeronave que caiu em um trecho do Rodoanel que dá acesso à Rodovia Anhaguera nesta segunda

Ricardo Boechat, em foto de março de 2006 — Foto: José Patrício/Estadão Conteúdo/Arquivo

Ricardo Boechat, em foto de março de 2006 — Foto: José Patrício/Estadão Conteúdo/Arquivo

CartaCapital

Morreu na manhã desta segunda-feira 11 o jornalista Ricardo Boechat. Ele era um dos ocupantes do helicóptero prefixo PTHPG, que caiu em um trecho do Rodoanel que dá acesso à Rodovia Anhaguera, em São Paulo. A informação foi confirmada pelo Grupo Bandeirantes.

O acidente aconteceu no início da tarde, próximo ao quilômetro 7 do Rodoanel. Os dois ocupantes da aeronave morreram carbonizados. Foi atendida uma terceira vítima, motorista do caminhão atingido pela aeronave.

O helicóptero, pertence a uma empresa especializada em filmagens, fotografias e reportagens aéreas. Conforme registros da Anac, o modelo – fabricado em 1975 – tinha situação regular e licença para operar até 2023.

Boechat tinha 66 anos e atuava como jornalista, apresentador e radialista. Era âncora de dois jornais do Grupo Bandeirantes, na rádio da BandNews FM e na Band TV e lá também atuou como diretor de jornalismo. Ganhador de três prêmios Esso, também trabalhou nos jornais O Globo, O Dia, O Estado de S. Paulo e Jornal do Brasil.

Deixe o seu comentário